GIC – Gabinete de Intervenção comunitária

GIC – Gabinete de Intervenção comunitária

Sede: Creche do Menino Jesus

Rua da Moleira – Campelos

Telefone: 261438611

 

O Gabinete de Intervenção Comunitária é um projeto social da União de Freguesias de Campelos e Outeiro da Cabeça promovido pelo Centro Social Paroquial Santo António dos Campelos com o apoio da Junta de Freguesia.

 

Visa a intervenção e o apoio psico-social das famílias que se encontram expostas a fatores de risco.

Equipa:

Técnica Superior de Sociologia

Técnica Superior de Psicopedagogia

Técnica Superior de Educação Social

Parceiros:

Junta de Freguesia, IPSS, GNR, Agrupamento de Escolas, Centro de Saúde

 

Intervenção desenvolvida:

Atendimento Social na IPSS ou na Junta de Freguesia

Acompanhamento/auxílio a famílias que necessitem de apoio para a resolução de problemas;

Promoção de competências parentais, pessoais e sociais;

Mediação e orientação familiar;

Apoio na procura ativa de Emprego (Ações de Formação/Workshops)

Encaminhamento para outras entidades competentes;

Cantina Social;

Programa alimentar da Segurança Social Fundo Europeu Auxílio Carenciados

RLIS – Rede Local de Intervenção Social

Horário de Atendimento em Campelos
3a feira: 09h30 às 12h00 (exceto à quarta semana de cada mês)

Morada
Rua Manuel Damas Antunes no19, 2565-071 Campelos

Horário de Atendimento em Outeiro da Cabeça
5a feira: 15h00 às 16h30 (à quarta semana de cada mês)

Morada
Rua da Estação no49, 2565-600 Outeiro da Cabeça

Telefone
261 332 534 (Contacto para marcação de atendimentos)

Equipa Técnica
  • Coordenadora de Equipa
  • Técnica Superior de Serviço Social
  • Técnica Superior de Psicologia
  • Técnica Superior de Educação Social
O que é a RLIS?

Assenta numa lógica de intervenção articulada e integrada de entidades com responsabilidade no desenvolvimento de ação social.
Visa potenciar uma atuação concertada dos diversos organismos e entidades envolvidas para garantir o interesse público. Promove a implementação de novos mecanismos de atuação e diferentes estratégias de ação em resposta às necessidades sociais.

O que é o SAAS?

O SAAS é um Serviço de Atendimento e Acompanhamento Social de pessoas e famílias em situação de vulnerabilidade e exclusão social, bem como de emergência social.

O SAAS consiste num atendimento de primeira linha que responde eficazmente às situações de crise e/ou de emergência social, bem como um acompanhamento social destinado a assegurar o apoio técnico tendo em vista a prevenção e resolução de problemas sociais.

Atividades desenvolvidas pelo SAAS

  • Atendimento, informação e orientação de cada pessoa e família.
  • Informação detalhada sobre a forma de acesso a recursos, equipamentos e serviços.
  • Avaliação e diagnóstico social.
  • Atribuição de prestações de caráter eventual com finalidade de colmatar situações de emergência social e de comprovada carência económica.
  • Planeamento e organização da intervenção social.
  • Contratualização no âmbito da intervenção social.
  • Coordenação e avaliação da execução das ações contratualizadas.

População Alvo

Pessoas e famílias em situação de vulnerabilidade e exclusão social, bem como de emergência social.
(excetuam-se as situações devidas a catástrofes naturais, calamidades públicas ou outras ocorrências cobertas por legislação especifica).

Quem pode solicitar o acesso ao SAAS?

  • A própria pessoa;
  • Comunidade informal (ex: redes de vizinhança);
  • Comunidade institucional (ex: Segurança Social, Centro de Saúde, Escolas).

Crescer a Sentir- Alfabetização Emocional em Contexto Escolar

O Crescer a Sentir é um programa de educação emocional, de natureza preventiva com infusão curricular, implementado com crianças a partir dos 3 anos de idade.

Tem como missão apoiar o desenvolvimento de competências socio emocionais como a consciência, vocabulário e autorregulação emocional, a empatia e a cooperação sendo um programa que previne comportamentos de risco favorecendo o ajustamento psicológico.

Recorre a ferramentas didáticas como a expressão musical (músicas originais), expressão dramática, expressão plástica, yoga e massagens na escola*

Na União de Freguesias de Outeiro da Cabeça e Campelos é implementado desde setembro de 2016, com o apoio total da Freguesia, sendo um projeto gratuito para as famílias. No presente ano letivo abrangeu 36 crianças de 5 anos de idade.

Olhar das Educadoras-de-infância

Educadora Isabel Silva

” O projeto complementa tudo aquilo que fazemos no Jardim-de-Infância. Sinto que as crianças estão plenamente recetivas. Cada vez mais falam das suas emoções de forma simples, no dia-a-dia. É uma mais-valia.”
Educadora Ana Paula Rodrigues

” As crianças estão muito motivadas. Conseguem falar mais abertamente dos sentimentos e emoções. Identificam-nas em si e nos outros. O projeto tem sido enriquecedor e serve para despoletar de todo o crescimento de cada um. Com as atividades do projeto as crianças estão mais despertas para as atividades do dia-a-dia.

Educadora Luísa Perdigão

” O projeto tem corrido muito bem. As crianças têm feito uma grande evolução. As que são mais inibidas têm-se soltado um bocado e as mais irrequietas têm ido buscar emoções que estavam esquecidas, falando das suas preocupações. É uma mais-valia porque as crianças vão para o 1º Ciclo e ficam a saber lidar com as emoções e com novas etapas. Também porque as atividades e as canções, apesar de ser um projeto só para os 5 anos nós transmitimos ao restante grupo e aplicamos as estratégias no dia-a-dia.

A equipa

Carla Ferreira | Psicóloga Educacional

Rita Pinheiro | Psicóloga clinica

Carla Ferreira
Psicóloga Educacional
Crescer a Sentir – Alfabetização Emocional em Contexto Escolar

Tlm: 967382276

Para Seniores 

Ginástica Sénior

DESPORTO SÉNIOR | MEXA-SE PARA A VIDA

http://www.cm-tvedras.pt/seniores/desporto-senior/

Download ficha de inscrição

Com a implementação do Projeto do Desporto Sénior – Mexa-se para a vida, a Câmara Municipal de Torres Vedras pretende promover a melhoria da qualidade de vida dos munícipes seniores do concelho, através da prática da atividade física, criando hábitos de vida saudáveis e facilitando a existência de contextos sociais positivos.

Do Projeto constam atividades desportivas de caráter regular, como ginástica e dança; e algumas atividades de caráter pontual, como passeios pedestres, passeios, visitas e participação em vários eventos desportivos e sociais.

As atividades regulares realizam-se duas vezes por semana, em sessões de 50 minutos, durante uma época que vai de outubro a junho do ano seguinte.

Destinatários

O Projeto destina-se a todos os munícipes do Concelho de Torres Vedras com idade igual ou superior a 55 anos.

Locais e Horários

O projeto está a ser desenvolvido em todas as freguesias do Concelho de Torres Vedras, com a colaboração das juntas de freguesia.

Os horários, dias da semana e locais de prática desportiva variam de freguesia para freguesia.

Na União das Freguesias de Campelos e Outeiro encontra-se a funcionar em Campelos no Centro de Cultura e Animação, em Outeiro da Cabeça no pavilhão gimnodesportivo e em Cabeça Gorda na Associação Desportiva, Recreativa e Cultural, com um total de 10 aulas semanais.

Ano letivo 2017/18

Campelos – Terças e sextas 10h50 e 11h40 – Professora Tânia Gomes

Outeiro da cabeça – Terças e sextas 16h20 – Professora Carolina Batista

Cabeça Gorda – Terças e sextas 9h00 e 9h50 – Professora Tânia Gomes

Inscrições

As inscrições podem ser efetuadas na junta de freguesia, na Área de Atividade Física e Saúde da Câmara Municipal de Torres Vedras ou por e-mail.

A inscrição é gratuita e todas as pessoas inscritas estão abrangidas por uma apólice de Seguro de Acidentes Pessoais.

CARTÃO SÉNIOR

http://www.cm-tvedras.pt/seniores/clube-senior/

Download ficha de inscrição

O Cartão Sénior visa proporcionar, à população sénior do concelho de Torres Vedras, apoio em diversas áreas, concretizado através de benefícios/descontos em atividades promovidas pela câmara municipal e/ou em produtos e serviços comercializados por empresas do concelho.

Objetivos

  • Descriminar positivamente a população mais envelhecida do concelho;
  • Fomentar o surgimento de novos elos de solidariedade.

Condições de acesso/participação

Podem beneficiar do Cartão Sénior os cidadãos residentes no concelho de Torres Vedras que preencham um dos seguintes requisitos:

  • Idade igual ou superior a 60 anos; *
  • Situação de pensão/reforma;

*55 anos para os seniores que se encontram inseridos em projetos da CMTV, dirigidos à população sénior.

Inscrições

As inscrições são efetuadas nas juntas de freguesia ou Câmara Municipal de Torres Vedras, através do preenchimento de formulário próprio.

Para que a inscrição se efetive, os seniores deverão entregar uma cópia do bilhete de identidade / cartão de cidadão, comprovativo de residência no concelho, uma fotografia tipo passe e, no caso de pessoas com idade inferior a 60 anos, comprovativo da reforma.

Parceiros

Empresas /entidades aderentes.
Juntas de freguesia

Clube sénior

http://www.cm-tvedras.pt/seniores/clube-senior/

Projeto de educação não formal no âmbito do qual os participantes desenvolvem atividades formativas, lúdicas, artísticas e sociais de forma consertada e continuada.

Criado em 2007, pela Câmara Municipal de Torres Vedras em parceria com Juntas de Freguesia do concelho, este projeto encontra-se implementado em dez das treze freguesias e integra cerca de 300 seniores em 15 núcleos.

Núcleo da nossa freguesia:

Núcleo em Outeiro da Cabeça que se desenvolve no edifício da junta de freguesia em Outeiro da Cabeça.

Objetivos

  • Promover a participação ativa na comunidade;
  • Valorizar a importância da ocupação dos tempos livres como forma de diminuir o isolamento;
  • Desenvolver competências e aptidões;
  • Fomentar o envelhecimento ativo e melhorar a qualidade de vida dos seniores do concelho de Torres Vedras;
  • Rentabilizar espaços físicos e equipamentos existentes no concelho;
  • Estimular a proximidade intergeracional.

Inscrições e informações

Câmara Municipal de Torres Vedras ou junta de freguesia da área de residência

Oficinas do saber

http://www.cm-tvedras.pt/seniores/oficinas-do-saber/

O programa “Oficinas do Saber” assenta na constituição de uma plataforma de ofertas formativas em diversas áreas do conhecimento, a decorrer nas várias freguesias do Município de Torres Vedras, dirigidas aos seniores da comunidade e IPSS`s do Município de Torres Vedras

As oficinas do saber decorrem ao longo do ano na ESCOLA 4G em Campelos e na Associação Desportiva, Recreativa e Cultural da Cabeça Gorda.

Objetivos

  • Valorizar o papel dos seniores na sociedade através de mecanismos que favoreçam a sua participação ativa
  • Investir na aprendizagem ao longo da vida e possibilitar o Telefone com novas áreas de conhecimento
  • Contribuir para o desenvolvimento local
  • Promover a ocupação dos tempos livres como forma de diminuir o isolamento
  • Desenvolver competências e aptidões pessoais sociais e relacionais
  • Promover a educação estética dos seniores e a sua capacitação crítica
  • Rentabilizar espaços físicos e equipamentos existentes no concelho

Condições de acesso/participação

  • Idade igual ou superior a 55 anos
  • Residência no concelho de Torres Vedras
  • Integração em Instituição Particular de Solidariedade Social sediada no Município de Torres Vedras

Inscrições

As inscrições decorrem nas Juntas de Freguesia.

Passeios de Verão

http://www.cm-tvedras.pt/seniores/passeios-de-verao/

A Câmara Municipal de Torres Vedras, em articulação com as juntas de freguesia do concelho, leva a cabo todos os anos (nos meses de julho, agosto e setembro) os passeios de verão, dirigidos às pessoas reformadas do concelho.

Objetivos

  • Proporcionar momentos de convívio e lazer às pessoas reformadas do concelho
  • Promover a participação dos idosos em atividades que contribuam para o aumento da sua qualidade de vida

Condições de acesso/participação

Munícipes reformados residentes no concelho.

Inscrições

As inscrições decorrem nas juntas de freguesia, nas datas por si designadas.

Passeios de verão 2017 da nossa Freguesia:

No verão de 2017 realizaram-se quatro passeios na zona de lisboa e um na zona de Leira.

11 de julho – Cristo Rei, Fragata D. Fernando e Gloria, Cascais e Mafra
08 de agosto – Cristo Rei, Novo museu dos coches, Cascais e Mafra
09 de agosto – Cristo Rei, Novo museu dos coches, Cascais e Mafra
17 de agosto – Santuário de Fátima e Tomar
27 de setembro – Cristo Rei, Fragata D. Fernando e Gloria e Estufa fria

Oficina domiciliaria

http://www.cm-tvedras.pt/seniores/oficina-domiciliaria/

Trata-se de um serviço móvel, gratuito, que consiste na prestação de um apoio domiciliário ao nível de pequenas reparações na área da construção civil (estores, tomada elétricas, fixação de varões, prateleiras, pequenos desentupimentos, substituição de torneiras…) mediante solicitação dos munícipes ou das Instituições Particulares de Solidariedade Social que intervenham com população sénior.

Objetivos

  • Contribuir para o bem-estar social e dos seniores do concelho
  • Contribuir para a melhoria das condições habitacionais dos seniores do concelho

Condições de acesso/participação

  • Idade igual ou superior a 55 anos
  • Residência no concelho de Torres Vedras

Inscrições

As inscrições decorrem na Câmara Municipal de Torres Vedras e podem ser efetuadas em presença ou por telefone (800 200 066 (linha gratuita) / 261320755).

A inscrição só se efetiva após confirmação por parte da Câmara Municipal de Torres Vedras.

ISA – IDOSOS SAUDÁVEIS E ATIVOS

http://www.cm-tvedras.pt/seniores/isa/

O Projeto “Idosos Saudáveis e Ativos”, implementado em 2003, decorre do Despacho Ministerial n.º 56/96 de 21 de outubro, através do qual foi criado o Programa “Apoio 65 – Idosos em Segurança”.

O Projeto ISA decorre em duas vertentes: ISA Prevenção Rodoviária e ISA Património

Condições de acesso/participação

  • Idade igual ou superior a 55 anos
  • Situação de reforma
  • Residência no Concelho de Torres Vedras

Inscrições

As inscrições decorrem na Câmara Municipal de Torres Vedras e podem ser efetuadas em presença, por telefone (261 320 773) ou por e-mail (rutesilva@cm-tvedras.pt).

A inscrição só se efetiva após confirmação por parte da Câmara Municipal de Torres Vedras.

ISA – Prevenção rodoviária

Projeto que assenta na colaboração de pessoas reformadas, devidamente identificadas e formadas para o efeito, junto das passadeiras próximas das escolas com maior afluência de trânsito, com o objetivo de garantir o atravessamento dos alunos em segurança, nos períodos de maior fluxo de peões (horários de entrada e saída de aulas).

Objetivos

  • Incentivar hábitos de vida saudáveis, como forma de combate ao isolamento e inatividade da população idosa
  • Reforçar a cidadania, valorizando a capacidade de participação na vida ativa
  • Valorizar as pessoas reformadas e as suas competências, enquanto membros ativos da sociedade na qual estão integrados
  • Promover o respeito e consideração dos jovens face aos mais velhos
  • Garantir a segurança das crianças na travessia das passadeiras
  • Rentabilizar o trabalho das Forças de Segurança

ISA – Património

Projeto que assenta na colaboração de pessoas reformadas, devidamente identificadas e formadas para o efeito em locais de manifesto interesse público, no sentido de garantir o seu funcionamento regular e abertura ao público.

Objetivos

  • Incentivar hábitos de vida saudáveis como forma de combate ao isolamento e inatividade na população idosa;
  • Reforçar a cidadania, valorizando a capacidade de participação na vida ativa;
  • Manter em funcionamento regular e ao serviço da comunidade património histórico de manifesto interesse público.

 

Fisioterapia Paliativa

A implementação do projeto de fisioterapia paliativa «humanizar o fim de vida», resulta da concertação entre a entidade promotora (Associação de Solidariedade e Ação Social de Ponte do Rol) autarquias locais (município e freguesias), instituições particulares de solidariedade social e organismo do SNS (centro hospitalar do Oeste).

O projeto de fisioterapia paliativa «humanizar o fim de vida», desenvolvido desde janeiro de 2012 é um projeto inovador no concelho de Torres Vedras e a nível nacional.

Enquadra-se no Eixo 3 do Plano de Desenvolvimento Social da Rede Social de Torres Vedras, que prevê a necessidade de implementar uma equipa de suporte comunitário em cuidados paliativos, sendo necessário diferenciar e melhorar as respostas de apoio domiciliário e complementar a resposta da saúde pública na comunidade relativamente a doentes com doença crónica avançada, irreversível, evolutiva, prolongada e terminal e que a longo prazo são geradoras de um sofrimento físico, social, familiar e social muito elevado.

A fisioterapia paliativa é uma terapêutica não farmacológica que constitui uma componente importante dos cuidados paliativos e permite em conjunto com outras técnicas a não agudização e ou, a melhoria dos sintomas agudos associados à doença, permitindo, que a dependência do doente paliativo passe a ser assistida e mais próxima dos cuidados de saúde já existentes no âmbito do Sistema Nacional de Saúde.

Quem pode usufruir deste servico?

Pessoa doente, numa condição de doença crónica, progressiva e terminal no domicílio.

Para que doentes?

  • Doentes com pouca ou nenhuma mobilidade; • Descontrolo da dor física e dor óssea;
  • Dispneia (falta de ar);
  • Disfagia (perda da deglutição);
  • Caquexia (magreza extrema e corpo em posição fetal);
  • Delirium (desorientação espacial, cognitiva e sensorial);
  • Acompanhamento do doente e família no sofrimento que se associa à evolução da doença e fim de vida.

Como pode usufruir deste serviço?

Dirija-se à Junta de Freguesia da sua zona de residência e/ou se o seu familiar é cliente do Apoio Domiciliário, contacte a Assistente Social da Instituição de Solidariedade Social.

Entidades Parceiras Financiadoras/Sinalizadoras

  • Câmara Municipal de Torres Vedras
  • Freguesia da Freiria
  • Freguesia de Ponte do Rol
  • Freguesia do Ramalhal
  • Freguesia de São Pedro da Cadeira
  • Freguesia da Silveira
  • Freguesia do Turcifal
  • Freguesia da Ventosa
  • União de Freguesias de A-dos-Cunhados e Maceira
  • União de Freguesias de Campelos e Outeiro da Cabeça
  • União de Freguesias de Carvoeira e Carmões
  • União de freguesias de Dois Portos e Runa
  • União de Freguesias de Maxial e Monte Redondo
  • União de Freguesias de Torres Vedras (S. Pedro e Santiago, Santa Maria e S. Miguel e Matacães)

Entidades Parceiras Sinalizadoras

  • Assoc. de Socorros da Freguesia de Dois Portos
  • Assoc. de Socorros do Outeiro da Cabeça
  • Assoc. de Socorros da Freguesia do Turcifal
  • Assoc. de Solidariedade e Ação Social de Matacães
  • Assoc. de Solidariedade e Ação Social de S. Mamede da Ventosa Assoc. de Solidariedade Social e de Socorros de Campelos
  • Casa do Povo do Maxial
  • Casa do Povo do Ramalhal
  • Casa do Povo de Runa
  • Casa do Povo da freguesia da Freiria
  • Centro de Acolhimento de S. Pedro
  • Centro Social e Paroquial da Silveira
  • Centro Social Paroquial Nossa Sra. Da Luz – Paradas Centro Social e Paroquial de Torres Vedras
  • Centro Social Recreativo e Cultural da Maceira Fundação Lar S. Francisco Varatojo
  • Lar de S. José – Fundação de Solidariedade Social Santa casa da Misericórdia de Torres Vedras
  • Centro Hospitalar do Oeste

Comissão Social Inter freguesias do Interior