Mercado Social de Campelos

Rua do Mercado n.º 8 Campelos
Telefone: 936506172
Email: mercadosocialcampelos@gmail.com

Horário:
De segunda a sexta das 9h00 as 19h00
Sábado das 9h00 às 13h00

Este projeto teve início em junho de 2011 com a candidatura ao Proder através da Associação LeaderOeste e no edifício onde se encontra atualmente em outubro de 2013.

A requalificação do antigo mercado necessitou de um investimento de 100.000,00 € em que 60% do investimento foi comparticipado pelo Proder e 40% pela Camara Municipal de Torres Vedras.

O funcionamento do mercado social iniciou-se em outubro de 2013, em instalações provisórias na cave do antigo mercado. Passou ainda por um espaço comercial do novo mercado de Campelos para possibilitar as restantes obras do mercado e em junho de 2015, após as obras de requalificação do antigo mercado mudou-se definitivamente para o local onde se encontra.

O Centro Social Paroquial associou-se o à Junta de Freguesia neste projeto. Após a conclusão das obras passou a gerir o espaço, os recursos humanos e a levar a efeito os princípios estabelecidos na ideia original.

A necessidade premente de criar hábitos de sustentabilidade e ecológica deu o mote aos princípios básicos do mercado.

O mercado social tem como objectivos reutilizar têxteis usados para uso nas formações artísticas, promover as atividades artísticas como instrumento de desenvolvimento económico, qualificação, inclusão e coesão social;

Receber roupas usadas para posterior doação a pessoas carenciadas;

Promover a cidadania ativa e a participação voluntária das pessoas, o convívio Inter – geracional e a criação de ocupações de tempo potenciadoras de emprego.

Contribuir para a melhoria do auto estima dos formandos e voluntários;

Desenvolve formação nas áreas de costura, artesanato, mantas de retalhos e reciclagem utilizando têxteis usados, promovendo a qualificação das pessoas em diversas áreas artesanais.

O plano de atividades do mercado social prevê a execução das seguintes ações:

  • Doação de roupas em bom estado através do gabinete de intervenção comunitária;
  • Realização de: 2 Workshops mensais (em iniciação à costura, reciclagem de roupa, mantas de retalhos e outros temas relacionados) com preços acessíveis para o público em geral e grátis para pessoas carenciadas;
  • 1 Exposição dos trabalhos e de roupas em segunda mão por semestre;
  • 1 Pagina do facebook;
  • Participação em Feiras de Artesanato da região para divulgação dos trabalhos.